Desafiando a “temida” crise, Ouro Fino vive uma nova onda de expansão urbana e imobiliária
Publicado em 26/06/2015
 
Reflexo de um bom momento
interno, Ouro Fino começa a viver uma nova onda de expansão urbana e
imobiliária com o surgimento e lançamento de diversos empreendimentos
imobiliários nos próximos meses. Contrariando a sensação de estagnação que
assola o País, com a “temida crise econômica-institucional-política”, nosso
município têm encarado de frente vários desafios em busca de melhorias sociais
e estruturais para sua sociedade. E com o recém aprovado Plano Diretor Urbano Municipal,
nossa cidade volta a atrair investidores.

O Plano Diretor Urbano Municipal traz
todas as diretrizes para expansão e manutenção de nossa zona urbana, com
premissas, parâmetros e referências para todos os novos empreendimentos
realizados em nossa cidade. Isso garante aos investidores segurança jurídica e
padronização urbanística em seus projetos. Todo esse trabalho vêm sendo
executado por voluntários que fazem parte do COMPLAN – Conselho Municipal de
Planejamento Urbano de Ouro Fino, que continua em atuação constante e buscando
novas melhorias e atualizações ao nosso Plano Diretor.

Com a aprovação desse plano já
temos diversos empreendimentos em fase de estudos e aprovações, execuções e até
em lançamentos que deverão somar algo próximo a 3.000 lotes novos urbanizados
em nossa cidade nas mais distintas regiões.

Muitos deles acompanhando as
tendências de urbanizações planejadas e executadas pelo município,
fundamentadas em obras e equipamentos urbanos que estão nos planos do atual
Governo Municipal. Obras importantíssimas, como por exemplo as novas avenidas e
acessos a zona urbana, as mudanças e melhorias em nosso trânsito, as novas
unidades educacionais, esportivas e de saúde melhor distribuídas nas mais
diversas regiões (descentralização), as obras de equipamentos culturais (Centro
Cultural, Teatro Municipal, Arena de Ouro Multieventos e Monumentos da História
da Música Menino da Porteira), as áreas direcionadas para instalação de novas
indústrias e empresas, entre outros pontos que têm recebido grandes
investimentos do atual governo, muitas vezes com recursos próprios. O que atrás
desses investidores, atraem também novos empreendedores, moradores e até
estimulam o retorno a nossa Terra dos que aqui nasceram e construíram suas
vidas fora daqui, pois toda essa movimentação trará boas oportunidades para
todos.

Podemos citar por exemplo a Zona
Norte, onde temos em andamento obras importantes como Avenida até então
denominada “José Francisco Vilas Boas” (ligará o Menino da Porteira ao Gargatá)
que em uma de suas extremidades terá o Novo Terminal Rodoviário e em outra a
implantação do Complexo Esportivo do Gargatá. Esse eixo com certeza será um
marco no desenvolvimento urbano dessa região. Além da melhoria nas estradas
rurais que chegam pela Zona Norte (dois eixos de importante fluxo rural) que
trarão uma melhoria significativa no trânsito na região central da cidade com
essa nova opção de acesso pela nova avenida. Seguindo toda essa evolução, temos
já em planejamento pelo menos três novos empreendimentos imobiliários para essa
região (Loteamento Reserva do Vale, Loteamento Nova Veneza e Loteamento Residencial
de Interesse Social Gargatá), entre outros projetos em estudos.

Também podemos citar a Zona Oeste
onde já podemos notar uma expansão também ocorrendo sentido ao eixo da MG-459/MG-290
(Ouro Fino – Monte Sião) já com três empreendimentos em fases de liberações e
execuções (Loteamento Jardim Aliança, Loteamento Parque dos Sonhos e Loteamento
Sete de Setembro), e outros em planejamento. Algumas das melhorias urbanas
trazidas para o setor são o asfaltamento e iluminação do acesso a cidade pela
região do Aeroporto, alocação de um PSF no Jardim Aeroporto. E ainda obras
planejadas como uma creche municipal e um complexo esportivo no mesmo bairro.
Nesse mesmo setor, na Zona Sudoeste temos também a execução das obras de
construção do terceiro lago no Recanto dos Lagos, a finalização do Loteamento Parque
dos Palomos III, e uma tendência de expansão para essa região sentido o Bairro
Capelinha, que também contará em breve com asfaltamento até sua ligação com a
MG-459 na Ponte Preta.

Essa mesma onda também deve
atingir em breve as regiões Central e Leste, onde algumas áreas já passam por
prospecção por investidores para urbanização e desenvolvimento. Além de alguns
Bairros Rurais que são pólos regionais para outros bairros rurais e que
suportam também nosso turismo rural aos finais de semana como Crisólia,
Caneleiras e Peitudos que vêm recebendo projetos que trarão aspectos de urbanização
positivos e até novos loteamentos, como o Loteamento Residencial Fechado Campos
de Minas.

Enfim, aliando o engajamento de
uma boa gestão pública e efetivando ações positivas para melhoria nos aspectos sociais
e de urbanização, nossa cidade atrai investimentos de empreendedores e
empresas, o que irá sempre ter impacto positivo na geração de divisas, empregos
e novos investimentos nas mais diversas áreas. Esse é um ciclo que sempre devemos
presar e fomentar até em nossas ações pessoais, pois esses ciclos sempre afetam
positivamente em “efeito cascata” todos os demais segmentos de geração de
renda. Nesse caso, iniciando pelos segmentos da construção civil, comércio e
serviços e por fim industriais. Tudo isso com uma boa formação das novas
gerações (educação, saúde e cultura), só nos darão condições de sempre
alavancarmos novas “ondas positivas” para nossa sociedade local. Que Ouro Fino
alcance muitas novas “ondas de crescimento sustentável” para as próximas
gerações! Texto: Lucas Azevedo – Gestor de Projetos e Apaixonado pela Terra
 
Voltar
 
Entrar em contato via WhatsApp!